Uma esperança mais forte do que o mar

d

 

‘Uma esperança mais forte do que o mar‘ é hoje apresentado na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, às 18:30. Foi escrito por Melissa Fleming, funcionária da ACNUR, e conta a história impressionante de Doaa Al Zamel, refugiada síria, que sobreviveu a um naufrágio no Mediterrâneo. A apresentação contará com a presença da autora e da protagonista desta incrível história de sobrevivência e força.

 

 

 “Um livro admirável” (António Guterres)

01.2017.25_Melissa_Fleming04.jpg

“Sinto que estamos a ser levados para a nossa morte”. As palavras são da refugiada síria Dooa Al Zamel, um pouco antes de entrar num barco pesqueiro clandestino, junto com outros 500 passageiros. Aos 19 anos, fugiu do seu país de origem por causa da guerra e tinha esperanças de reconstruir a vida, com o marido, na Europa.

O presságio de Doaa cumpriu-se. A embarcação naufragou, levando centenas de vidas, incluindo a do seu marido. Ela, porém, conseguiu sobreviver e salvar uma criança, após passar dias à deriva. A história da jovem é detalhadamente contada no recém-publicado ‘Uma esperança mais forte do que o mar‘, escrito pela porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), Melissa Fleming.

Para escrever a obra, a autora inspirou-se nos oito anos que chefiou o departamento de comunicação da agência da ONU. Em declarações recentes à imprensa e nas redes sociais, Fleming afirmou que “se as pessoas conhecessem as histórias dos refugiados, não haveria tantos muros (no mundo)”.

via: https://nacoesunidas.org