As mães mais marcantes da literatura

Joy, O quarto de Jack, de Emma Donoghue

Ao fazermos um destaque das principais mães da literatura não podíamos deixar de referir este livro. Original, poderoso e soberbo, ‘O quarto de Jack‘ é inesquecível: a coragem e o imenso amor numa história perturbante contada pela voz da inocência.

Para Jack, de cinco anos, o quarto é o mundo todo. É onde ele e a Mamã comem, dormem, brincam e aprendem. Embora Jack não saiba, o sítio onde ele se sente completamente seguro e protegido, aquele quarto é também a prisão onde a mãe tem sido mantida contra a sua vontade. Contada na divertida e comovente voz de Jack, esta é uma história de um amor imenso que sobrevive a circunstâncias aterradoras, e da ligação umbilical que une mãe e filho.

O quarto é um lugar que nunca vai esquecer; o mundo é um sítio que nunca mais olhará da mesma maneira.

Em 2015, o livro foi adaptado ao cinema, pela própria Emma Donoghue, e venceu vários prémios, incluindo o Óscar de melhor actriz.

3b915187639ab2ecc7165cdb6e5ad228

 

Finalista do Man Booker Prize 2010
Finalista do Orange Prize
New York Times 10 Best Books 2010
Washington Post Top 10 Books – 2010
New York Times 100 Notable Books 2010
Barnes & Noble Best Books – 2010
Hudson Booksellers Best Fiction – 2010