Julho 20

Os livros mais lidos (e recomendados) pelos escritores consagrados

Esta lista resulta da análise de 68 listas, feitas por autores consagrados, desde F. Scott Fitzgerald, Jorge Luis Borges, Ernest Hemingway, passando por Yaa Gyasi, Mary Gaitskill, Maggie Nelson ou George Saunders, em que estes explicavam quais os livros que recomendavam ou preferiam.

37392851_2234065016611127_3270060688969564160_nO livro mais vezes recomendado (por 9 autores) é Madame Bovary, de Gustave Flaubert (recomendado por  Ernest Hemingway, Sloane Crosley, Bret Easton Ellis, John Irving, Mary Gatiskill, Helen Fielding, Philip Roth, Claire Messud e Lorrie Moore).

 

Publicado em 1857, o livro gerou grande polémica por causa dos temas abordados e da linguagem ousada. Viria a abrir o caminho ao romance moderno, tornando o autor, Gustave Flaubert, uma referência incontornável na história da literatura.

 

 

Bertrand.pt - Do Lado de Swann

O segundo livro mais recomendado (por 7 autores) é Em busca do tempo perdido, de Marcel Proust (recomendado por Michael Chabon, Ha Jin, Claire Messud, Henry Miller, F. Scott Fitzgerald, Gary Shteyngart e A. S. Byatt).

 

Em Busca do Tempo Perdido é um livro que tem, nas palavras do seu autor, «a forma do tempo». E, na verdade, o que distingue este romance é o reforço da sua concepção da memória como recriadora do passado. É isso que permite o misterioso encanto da narrativa e o tom de dolorosa nostalgia em que o passado envolve o presente. Mas o recurso à memória involuntária faz com que Proust nunca transmita uma realidade de que a sua imaginação esteja ausente. Ainda muito jovem, conhecia de cor todos os pormenores da vida das damas que tinham frequentado os salões de Paris desde o século xvii, como Madame La Sablière ou Madame de Staël. E foi precisamente a sensação da decepção em relação ao imaginado que ele sentiu nesses salões parisienses onde foi buscar muitos dos personagens que povoam o seu universo ficcional. É dessa desilusão, vivida nos salões de Madame Aubernon, Madame Arman de Caillavet ou da Condessa de Grefulhe, que nascem os personagens que frequentam os da senhora Verdurin e dos Guermantes de Em Busca do Tempo Perdido.

 

 

As seguintes obras foram sugeridas por seis autores:

» Middlemarch, de George Elliot (sugerido por Bret Easton Ellis, Gary Shteyngart, Zadie Smith, A.S. Byatt, Jennifer Egan e Lorrie Moore)

Bertrand.pt - Cem Anos de Solidão
» Cem anos de solidão, de Gabriel García Márquez (sugerido por Donald Barthelme, Joan Didion, John Irving, Irvine Welsh, Edwidge Danticat e Yaa Gyasi)
» Ulisses, de James Joyce,  (sugerido por Henry Miller, Tom Stoppard, Bret Easton Ellis, Jay McInerney, Irvine Welsh e Mary Gaitskill)
» Anna Karenina, de Leo Tolstoy  (sugerido por Ernest Hemingway, Bret Easton Ellis, Philip Roth, Sheila Heti, Ha Jin e Claire Messud)
» Guerra & Paz, de Leo Tosltoy (sugerido Stephen King, Ernest Hemingway, F. Scott Fitzgerald, Alan Hollinghurst, Ha Jin e George Saunders)

 

 

 

 

Por fim, estas obras foram sugeridas por 5 autores:

Bertrand.pt - Orgulho e Preconceito» Orgulho e preconceito, de Jane Austen (sugerido por Marlon James, Helen Fielding, Michael Chabon, Claire Messud e Lily King)
» O Homem Invisível,  de Ralph Ellison (sugerido por Donald Barthelme, Maya Angelou, Edwidge Danticat, Jennifer Egan e  Percival Everett)
» Song of Solomon, de Toni Morrison (sugerido por Donald Barthelme, Marlon James, Jonathan Franzen, Yaa Gyasi e Brit Bennett)
» Rumo ao Farol, de Virginia Woolf (sugerido por Alison Bechdel, Michael Cunningham, Maggie Nelson, Mary Gaitskill e Lily King)

 

 

 

 

Consulte artigo integral aqui.