livros_novidades_bertrand Abril 02

Os livros que acabaram de chegar

 

Estas foram algumas das novidades que acabaram de chegar às nossas livrarias.

 

502x

Um Neurocirurgião em Construção, de João Lobo Antunes | 27 de março

A autobiografia imperdível do neurocirurgião português João Lobo Antunes. “Um Neurocirurgião em Construção” relata os seus dias, desde “a aprendizagem do ofício”. Falecido em 2016, publica-se agora um testemunho impressionante, escrito nos últimos tempos da sua vida, depois de saber que tinha cancro.

Ouvi um dia dizer que a diferença entre Deus e o neurocirurgião é que Deus sabe que não é neurocirurgião. Acredita-se, com exagerada benevolência, que os praticantes da minha especialidade são possuidores de um carisma especial, algo que parece intrínseco à sua natureza. Carisma significa dádiva dos deuses, e é verdade que este atributo é exigido por quem nos procura, como se possuíssemos uma bênção ou uma benesse adicional — mãos de ouro, mãos benditas, ouvi muitas vezes.

 

502x (1)

Levaram Annie Thorne, de C. J. Tudor | 2 de abril

Depois do sucesso de “O Homem de Giz”, C. J. Tudor está de regresso, com “Levaram Annie Thorne”, mais um thriller narrado por Joe Thorne, que, ao voltar a casa, em Nottingham, relembra o que aconteceu com a sua irmã mais nova, Annie, que havia desaparecido durante 48 horas, tendo regressado completamente diferente. Vários anos depois, um e-mail com a mensagem: “Sei o que aconteceu à sua irmã. Está a acontecer de novo”, fá-lo questionar tudo o que se passou e ir ao encontro de respostas.

Arrepiante e absolutamente genial, parte do novo livro de C. J. Tudor foi escrito antes de “O Homem de Giz”. A autora, que cresceu em Nottingham, baseou-se em alguns episódios da sua adolescência, para escrever “Levaram Annie Thorne”. via James Hartley Books).

 

502x (2)

Nada Menos que um Milagre, de Markus Zusak | 3 de abril

O narrador de “Nada Menos que um Milagre” é Matthew, o irmão mais velho de quatro rapazes que vivem sozinhos, sem supervisão adulta, após a morte da mãe e o abandono do pai. Um dia, este regressa a casa, misteriosamente,  com um pedido surpreendente: pergunta se algum dos filhos gostaria de ajudá-lo a construir uma ponte. Clay, o penúltimo irmão Dunbar, um rapaz atormentado por um segredo que esconde há muito, aceita. A decisão de Clay é vista pelo resto da família como uma traição imperdoável, ainda que se perceba, ao longo da narrativa, que a construção da ponte é, na essência, uma metáfora para a tentativa de reconstrução de uma família destruída (The Guardian).

Do mesmo autor de “A Rapariga que Roubava Livros”. 

 

502x (3)

Recomeça, de Sofia Castro Fernandes | 3 de abril 

Depois do bestseller “Descomplica”, chega-nos às mãos “Recomeça”, um livro inspirador, com exercícios, testemunhos e estratégias, onde Sofia Castro Fernandes nos mostra que é possível recomeçar sempre. E mais uma vez.

“Pára o tempo de que precisares. Respira fundo. Começa de novo. Dá passos pequeninos. E se caíres? Qual é o problema? É sinal que deste um salto! Que tentaste! Não tenhas vergonha. Não te agarres ao que não te leva para a frente. Levanta-te. Precisas de ajuda? Pede. Fraqueza é não pedir ajuda. Erraste? Corrige. Vais sempre a tempo. Não desistas do que queres, aconteça o que acontecer. Assume este compromisso. Faz o que for preciso fazer. Vai onde for preciso ir.”

502x (4)
Traz-me de Volta, de B. A. Paris | 3 de abril

Numa noite, ao regressar das férias em França, Finn para numa estação de serviço e deixa Layla sozinha dentro do carro. Minutos depois, quando regressa, descobre que a namorada desapareceu misteriosamente. Nunca mais a viu, e é isso que conta à polícia. Doze anos depois, Finn prossegue com a sua vida, ao lado de Ellen, irmã de Layla, de quem está noivo, quando recebe um telefonema de alguém que lhe garante ter visto Layla. Outros acontecimentos estranhos destabilizam a harmonia que Finn conseguiu conquistar: objetos antigos de Layla começam a aparecer na sua casa e de Ellen, e-mails de estranhos, que parecem saber demasiado, mensagens secretas, pistas e avisos.  Mas será mesmo ela? Ou alguém que se faz passar por ela? “Traz-me de Volta” leva o leitor a questionar tudo e todos.

 

 

502x (5)

Samitério dos Animais, de Stephen King | 5 de abril

Publicado pela primeira vez em 1983, “Samitério dos Animais” chega agora a Portugal, trazendo-nos Louis Creed, um médico de Chicago que se muda com a sua mulher e filhos para uma pequena cidade do Maine. Num dos seus primeiros passeios, descobre um cemitério de animais de estimação, ao qual se vê obrigado a recorrer, depois de o seu gato ter sido morto por um camião.  Perto daquele, existe um outro cemitério, cuja terra maligna atrai as pessoas com promessas sedutoras. A princípio, Louis diverte-se com as histórias fantasmagóricas de Crandall, o vizinho de 80 anos. No entanto, aos poucos, começa a perceber que o poder da ciência tem limites.

Considerado pelo próprio Stephen King como um dos seus livros mais assustadores, “Samitério de Animais”  tem nova adaptação cinematográfica, com estreia prevista para dia 4 de abril.

 

 


 

Conheça estas e outras novidades, com 10% de desconto, na nossa livraria online.

Boas leituras!