livros_novidades_bertrand Maio 07

Tags

Os livros que acabaram de chegar

photo-1519682337058-a94d519337bc

 

Estas são algumas das novidades que acabaram de chegar às nossas livrarias.

 

 

A Rapariga sem Pele, de Mads Peder Nordbo | 7 de maio

502x (5)Numa crónica publicada em março de 2019, Nordbo relata o episódio que o fez viajar para Nuuk, na Gronelândia, local onde se centra o seu mais recente policial. Segundo o escritor, num dos passeios que fazia com a filha, ouviu uns barulhos peculiares numa casa de serração abandonada. Mais tarde, veio a descobrir que uma mulher havia sido assassinada naquele mesmo sítio. Pior do que isso, a filha tinha visto a cara do assassino, não tendo dito ao pai nesse instante por medo.

O medo que Mads Peder Nordbo sentiu nesse dia pelo que poderia ter acontecido, se tivesse descoberto a fonte do barulho, fez com que entrasse numa espécie de crise, que influenciou as suas relações familiares e, inclusive, a sua escrita. Quando mais tarde se muda para a Gronelândia, encontra a sua inspiração novamente e nasceu A Rapariga sem Peleum thriller arrepiante. Numa fenda no gelo, é encontrado um cadáver viking mumificado que, no dia seguinte, desaparece, deixando para trás o corpo do polícia que o guardava.

 

 

Acredita em Mim, de J. P. Delaney | 7 de maio

502x (6)

Do mesmo autor de A Rapariga de Antes, J. P. Delaney lança agora um novo thriller psicológico que nos faz questionar todas as vozes – até mesmo a do narrador. Claire Wright é uma estudante de teatro, em Nova Iorque, obrigada a trabalhar para uma firma de advogados, o único emprego que consegue arranjar. A missão de Claire é fingir que é uma rapariga fácil, em bares de hotel, para desmascarar maridos infiéis. Quando um dos seus alvos se transforma no objecto de uma investigação por assassinato, a Polícia pede a Claire que use todas as suas habilidades para ajudar a atrair o suspeito para uma confissão.

Acredita em Mim é baseado em acontecimentos reais. Nos anos de 1990, uma operação secreta, denominada Operação Edzell, no Reino Unido, utilizou uma mulher atraente para atrair um serial killer, apanhando-o em flagrante. J. P. Delaney mudou imensas componentes desta história até chegarem ao seu livro, nomeadamente na personagem principal que, na realidade, era membro da polícia e não uma estudante de teatro.

 

 

A Paciente Silenciosa, de Alex Michaelides | 8 de maio

502x (7)

Alice Berenson é pintora, jovem e famosa, que vive com o marido, Gabriel, um conhecido fotógrafo de moda, nos arredores de Londres. A vida de ambos parece perfeita. Uma noite, quando ele chega a casa, Alicia mata-o com cinco tiros. E nunca mais diz uma palavra. Theo Faber, psicoterapeuta criminal, espera há muito pela oportunidade de trabalhar com Alicia, disposto a convencê-la a falar e a desvendar as razões misteriosas que a motivaram a assassinar o marido.

Um dos suspenses mais aguardados de 2019, A Paciente Silenciosa teve como principal influência os estudos em psicoterapia do autor, Alex Michaelides, que chegou a trabalhar numa unidade psiquiátrica para adolescentes e que viu nessa experiência uma fonte de inspiração para este livro onde nada é o que parece ser.

 

 

 

Adolescer é fácil, #só que não!, de Catarina Furtado | 9 de maio

502x (8)

Depois de O que vejo e não conto e Os meus olhos de Afonso, a jornalista e apresentadora Catarina Furtado lança agora o seu terceiro livro, abordando aquela que é considerada uma das fases mais difíceis da nossa vida – a adolescência. Numa época em que “a generation gap é mais acentuada do que nunca com a realidade digital”, a autora de Adolescer é fácil, #só que não! pretende informar, inspirar e desafiar, partilhando dicas e experiências que vivenciou, tanto em Portugal como no mundo inteiro.

Ricardo Araújo Pereira escreveu o prefácio para este livro educativo e informador, garantindo que “o que a Catarina faz é um exercício de generosidade“, ao tentar ajudar pessoas que estão numa fase da vida que é confusa e turbulenta, acabando por afirmar que, com este tipo de apoio, “as novas gerações têm uma sorte que eu não tive“.

 

 

 

 

Momentos Estelares da Humanidade, de Stefan Zweig | 9 de maio
502x (9)

Um conjunto de catorze episódios onde o escritor austríaco, Stefan Zweig, narra alguns dos momentos que mudaram o curso da História. Nestas miniaturas, o autor revela-nos como a contribuição individual do ser humano, com o seu poder de criar e descobrir, e o seu desejo de transcender os limites impostos pelo espaço e pelo tempo, permitiu dar um rumo diferente e decisivo ao destino da humanidade. Desde a conquista de Bizâncio pelos turcos, à descoberta do oceano Pacífico por Vasco Núñez de Balboa, passando pelas circunstâncias em que surgiu o hino “A Marselhesa”, até à história de amor que inspirou Goethe para a criação da sua Elegia de Marienbad e à crise que levou Händel a compor o glorioso Messias.

André Aciman, autor do aclamado Chama-me pelo teu Nome, garante que Zweig foi “um psicólogo absolutamente brilhante“, inserindo-o dentro de um grupo limitado de escritores que “são muito pertinentes na sua habilidade em entender o que motiva o ser humano“. Momentos Estelares da Humanidade é precisamente um resumo dessa essência que define o autor e toda a sua obra.

 


Ficou curioso? Conheça estas e outras novidades, com 10% de desconto, na nossa livraria online. Boas leituras.