livros_novidades_bertrand Maio 15

Tags

Os livros que acabaram de chegar

livros_novidades_bertrand

Estas são algumas das novidades que acabaram de chegar às nossas livrarias.

Em entrevista, Gwenda Bond revelou que certos detalhes, como a razão de Terry ter chamado “Jane” à sua filha, ainda que tenham sido ideias criadas pela escritora, sempre tiveram o apoio e colaboração da Netflix e dos irmãos Duffer, de modo a garantir que o livro Stranger Things – Mentes Inquietas se mantivesse o mais próximo possível à série original.

Stranger Things - Mentes Inquietas, de Gwenda Bond | 14 de maio

Para os fãs da série Stranger Things, da Netflix, que aguardam ansiosamente pela terceira temporada, eis que surge uma alternativa para apaziguar o sofrimento. Considerada “a primeira ficção oficial da história que estreou no pequeno ecrã“, pela mão de Gwenda Bond, conhecemos o passado de Terry Ives, mãe de Eleven (interpretada por Millie Bobby Brown).

Descontente com o estado politico-social da década de 70, Terry voluntaria-se para um projeto secreto do Governo, com o intuito de desmascarar o que se está realmente a passar em Hawkins. Mas no Laboratório Nacional de Hawkins, surge uma conspiração maior do que ela estava à espera,  uma guerra diferente, onde o campo de batalha é a mente humana.

África Acima, de Gonçalo Cadilhe | 15 de maio

Já teve de comer cão, num casamento nas ilhas Molucas. Assistiu a um assalto no Peru, onde lhe apontaram uma arma à barriga. Estas são apenas duas das muitas histórias partilhadas por Gonçalo Cadilhe, escritor, jornalista e viajante, que confessa não ter noção da quantidade de quilómetros que já fez na sua vida (via Sol). Com a certeza de que “voar não é viajar”, o autor reúne uma série de crónicas, publicadas para o jornal Expresso, sobre a sua viagem a África, desde o cabo da Boa Esperança até ao Estreito de Gibraltar.

Desde autocarros a comboios, balsas e bicicletas de ocasião, até à boleia em camiões ou simplesmente a pé, com a mochila às costas, África Acima é o redescobrir os a magia e os mistérios de uma África que continua a fascinar as pessoas. 

Lars Kepler é o pseudónimo escolhido por Alexander Ahndoril e  Alexandra Coelho Ahndoril, marido e mulher, que têm “um gosto pelo macabro e a receita infalível para thrillers sinistros sobre serial killers” (via NY Times).

Lazarus, de Lars Kepler | 16 de maio

Dos mesmos autores de O Hipnotista e O Homem da Areia, chega agora o último thriller arrepiante da série Joona Linna

Um homem é encontrado morto no seu apartamento em Oslo, um desconhecido saqueador de túmulos e colecionador de troféus. Uns dias mais tarde, Joona Linna é contactado por uma inspetora da polícia alemã para o ajudar com um homicídio perto de Rostock, e Joona reconhece de imediato um padrão que não pode ignorar.

Alguns chamariam milagre se alguém regressasse dos mortos – outros chamar-lhe-iam um pesadelo.

Less, de Andrew Sean Greer | 17 de maio

Arthur Less está a chegar aos cinquenta anos. Tem uma carreira de escritor discreta e demasiado mediana. Anos antes, fora o jovem amante de um génio da literatura e aprendera a ocupar um lugar de irrelevância ou periferia. Agora, perante a humilhação do casamento do seu ex-namorado, decide aceitar todos os convites irrelevantes que deixou pendentes, envolvendo-se em episódios insólitos. No meio destas aventuras, Less acaba por ser um romance satírico sobre o amor, o avanço da idade, o desencontro e as profundezas do coração humano.  

Com uma escrita única, Andrew Sean Greer é “capaz de misturar humor com aguda mordacidade”, segundo o The Washington Post.

Less ganhou o Prémio Pulitzer 2018, tendo sido considerado pelo júri como “um livro generoso, musical na sua prosa e expansivo na sua estrutura e alcance, sobre envelhecer e a natureza essencial do amor”. (via Observador).

Ficou curioso?

Conheça estas e outras novidades, com 10% de desconto, na nossa livraria online. Boas leituras!