Biblioterapia | “À Beira do Abismo”

biblioterapia_bertrand

 

Há diversos estudos científicos que demonstram que ler melhora a nossa saúde. Neste consultório, recheado de estantes, partilhamos consigo as nossas bulas literárias. Dentro dos livros, há remédios para todos os males. Encontre o mais adequado para si, atente aos efeitos secundários e siga a posologia recomendada. 

Quem sabe se a (sua) cura não passa por aqui?

À Beira do Abismo, de Raymond Chandler

O detetive particular Philip Marlowe é contratado para desvendar um caso de chantagem envolvendo a bela Carmen Sternwood, filha de um velho milionário, mas rapidamente a investigação ganha contornos sórdidos. Marlowe vê-se envolvido numa teia de corrupção e crime: um negócio de aluguer de livros pornográficos, o misterioso desaparecimento de um membro da família, rapto, sedução perversa e uma série de homicídios.

Este que foi o romance de estreia de Raymond Chandler, lançado em 1939, quando o autor tinha 51 anos, estabeleceu-o imediatamente como um mestre do policial hard-boiled, com uma escrita literária e articulada que conquistou tanto o leitor comum como o intelectual sofisticado.