Olga Tokarczuk e Peter Handke laureados com Prémio Nobel da Literatura 2018 e 2019

Prémio Nobel da Literatura 2018-2019

A autora polaca Olga Tokarczuk e o escritor austríaco Peter Handke foram laureados, esta quinta-feira, com o Prémio Nobel da Literatura

Foi na Academia Sueca, em Estocolmo, que o secretário Mats Malm anunciou Tocarkczuk como Nobel da Literatura 2018, e Handke como o vencedor de 2019. A autora de Viagens e Conduz o Teu Arado sobre os Ossos dos Mortos foi galardoada, segundo o comité, “pela sua imaginação narrativa que, com paixão enciclopédica, representa o ultrapassar de limites enquanto forma de vida”. Por outro lado, o autor de obras como Os Belos Dias de Aranjuez e Storm Still venceu graças “ao seu trabalho influente que, com ingenuidade linguística, explorou a periferia e a especificidade da experiência humana”. 

Os laureados são anunciados após a Academia afirmar que pretendia afastar-se do passado “masculino” e “eurocêntrico” que categorizou anos anteriores, pouco tempo depois das acusações de abuso sexual envolvendo membros do júri, e que determinaram o adiamento da revelação do Nobel da Literatura 2018. 

Anders Olsson, presidente do comité sueco, declarou que a Academia pretende alargar a procura de novos laureados “um pouco por todo o mundo”. Ainda assim, alguns críticos já apontaram que pouco parece ter mudado, uma vez que os novos vencedores são ambos europeus e, um deles, é homem.

Antes da entrega do prémio, foi lançado um vídeo nas redes sociais do Prémio Nobel, onde Olsson explica como são escolhidos os vencedores. A partir de uma shortlist de 8 escritores, definida antes do verão, os jurados lêem as suas obras e propõem um vencedor. 

Olga Tokarczuk, Prémio Nobel da Literatura 2018

Formada em Psicologia, Olga Tokarczuk venceu, há um ano, o Man Booker International Prize com o livro Viagens, publicado pela editora Cavalo de Ferro. O jornal The Guardian descreveu o romance contendo “ecos de W. G. Sebald, Milan Kundera, Danilo Kiš e Dubravka Ugrešic ainda que com um registo “rebelde e habilidoso, muito seu”.

Conduz o Teu Arado sobre os Ossos dos Mortos, com data prevista de lançamento a 14 de outubro, é um romance mordaz e desconcertante, que questiona a nossa posição acerca dos direitos dos animais e a responsabilidade sobre a natureza, bem como todas as ideias preconcebidas sobre a loucura, justiça e  tradição.

Peter Handke, Prémio Nobel da Literatura 2019
Peter Handke, Nobel da Literatura 2019

O vencedor deste ano, Peter Handke, é conhecido por romances como A Angústia do Guarda-redes antes do PenaltiA Hora da Sensação VerdadeiraPara uma Abordagem da Fadiga, ou Uma Breve Carta para Um Longo Adeus. Storm Still, e Till Day You Do Part são dois dos seus trabalhos mais recentes, traduzidos para inglês. 

Para além de escritor, é também dramaturgo, tendo realizado e escrito argumentos de longas-metragens como “L’Absence” (1993), “Das Mal des Todes” (1985) e “A Mulher Canhota” (1978),  filme baseado no seu romance homónimo, entre outros. No entanto, garante que se quer dedicar à literatura em exclusivo porque “os filmes são para a gente jovem que lhes dedica toda a vida”.

Fontes: The Guardian e Público
Ilustrações: Niklas Elmehed.

Sónia Rodrigues Pinto
Sónia Rodrigues Pinto
Coordenação Editorial: Marisa Sousa