6 piadas com dez mil anos, do Bando das Cavernas

Mil e uma gargalhadas acompanham sempre as aventuras do Tocha, da Ruby, do Menir, do Kromeleque, do Tzick e do SabreCom mais de 200 piadas e muitas outras situações engraçadas, o livro O Bando das cavernas – Piadas com dez mil anos promete fazer-te rir às gargalhadas, na companhia do Bando. 

O Clube Bertrand Infantil partilha  contigo 6 das mais hilariantes piadas que podes encontrar neste livro.

ANTIGUIDADE ANIMAL

– Descobri, descobri! – gritava o Crava pela escola.

Os restantes elementos do Bando dos Que Têm a Mania que São Bons foram logo ter com eles, curiosos.

– O que se passa? Aaaatchim! O que descobriste? – perguntou o Pinguinhas.

– Descobri quais são os animais mais antigos da Terra!

– A sério?! Quais são? – perguntou o Tremoço.

– São a zebra, a vaca e o pinguim – respondeu o Crava.

– Porquê? – perguntaram os outros dois elementos.

– Porque os outros animais já são a cores, mas a zebra, a vaca e o pinguim ainda são a preto-e-branco.

O OUTRO LADO

O Tremoço estava num lado da rua e perguntou ao Sr. Piranha, que passava por perto:

Sr. Piranha, sabe dizer-me onde é o outro lado da rua?

– Bom, é ali… do outro lado – respondeu, meio admirado, o Sr. Piranha.

– Ah, que estranho. Ainda agora vim de lá e disseram-me que era aqui …

MAMUTE ESCONDIDO

Quando era mais pequena, a Ruby gostava muito de fazer perguntas. E tinha já um sentido de humor muito apurado.

Certo dia perguntou à mãe:

– Mãe, sabes onde um mamute se esconde mesmo mesmo bem?

– Não, Ruby, não faço a mínima ideia. Onde? – perguntou a mãe.

– Atrás de uma melancia!

– Atrás de uma melancia?! – interroga-se a mãe.

– Já viste algum mamute atrás de uma melancia – pergunta a Ruby.

– Não ! Claro que não – responde a mãe.

– Estás a ver como ele se esconde bem?

o dia de ontem

A Professora Vírgula pergunta:

Tremoço, diz-me uma palavra que comece por «d».

– Por «d»….?!

– Sim, por «d» – insistiu a professora.

– Ontem! – respondeu o Tremoço.

– Ontem?! Eu disse uma palavra que comece por «d» e não uma que comece por «o».

– Eu percebi, professora. E ontem foi domingo!

sabo, saibo, sei

Estavam o Crava e o Tremoço à conversa. Diz o Tremoço:

– Eu não sabo.

– Não é eu não sabo. É eu não saibo – responde o Crava.

A Dra. Didi estava a passar e, tendo escutado a conversa, interveio:

– Não é eu não sabo nem eu não saibo…

Então como se diz Dra. Didi?

– Eu não sei!

– Ah, também não sabe … Deixe estar, vamos perguntar a outra pessoa.

cair no futuro

Na aula de Português, a professora Vírgula informou logo de início que a matéria é a conjugação verbal. Vira-se para o Tremoço e diz:

Tremoço, conjuga o verbo «cair» no presente do indicativo.

– Claro, professora: Ele cai, nós rimos, ele levanta-se, nós fugimos!

gostaste destas piadas?
Lê mais no livro o bando das cavernas - piadas com dez mil anos, disponível na nossa livraria online.