Explicar eBooks a Charles Dickens Dezembro 18

Tags

Como explicar o que são eBooks a Charles Dickens?

Explicar eBooks a Charles Dickens
Imagens: Rachel Walsh / Tumblr

Imaginar Charles Dickens em pleno século XXI parece-nos algo um tanto cómico, para não falar de impossível, mas Rachel Walsh não deixou que isso cortasse as asas à sua criatividade. Em 2011, enquanto ainda estudava na Cardiff School of Art & Design, a ilustradora respondeu à seguinte pergunta, lançada pelo seu professor: Como explicar a tecnologia moderna a alguém que viveu e morreu antes de 1900? 

No meio de descobertas incríveis no mundo da medicina e até da engenharia, Rachel preferiu a via literária, procurando explicar o que são, afinal, os eBooks, ao escritor britânico, nascido a 7 de fevereiro de 1812, e conhecido por obras como Oliver Twist e Um Cântico de Natal.

Como explicar eBooks a Charles Dickens?
Explicar eBooks a Charles Dickens
A metáfora em formato de livro: o Kindle

Explicar o que são eBooks a um escritor do século XIX não é uma tarefa fácil. Rachel Walsh pegou num livro grande e cortou 40 quadrados, colocando 40 obras em miniatura para imitar o aspeto de uma biblioteca virtual, como num Kindle ou outro tipo de leitor de livros digitais. Entre elas, podemos encontrar grandes clássicos da literatura, como Dom Quixote de La Mancha, de Cervantes, ou Otelo, de William Shakespeare. Será que teve como inspiração Charlotte Brontë e as suas revistas em miniatura?

O que começou como um projeto escolar depressa se transformou numa paixão. Tanto quanto nos foi possível apurar, a partir do seu blogue oficial, a ilustradora continuou a fazer imitações físicas de bibliotecas digitais, aprimorando as ilustrações das miniaturas e comprovando que até mesmo a partir das novas tecnologias é possível captar-se a essência de um bom livro – ou, neste caso, de quarenta. 

Explicar eBooks a Charles Dickens
Sónia Rodrigues Pinto
Sónia Rodrigues Pinto
Coordenação Editorial: Marisa Sousa